Como acompanhar a revolução da nova experiência do funcionário

Priorizar pessoas não é mais uma demanda. Agora, é uma expectativa. Portanto, as empresas precisam de uma estratégia para a experiência do funcionário que faça sentido. Veja o que você precisa saber para começar.

EXPERIêNCIA DO FUNCIONáRIO | 10 MINUTOS DE LEITURA
employee engagement - Workplace from Meta
Por que a experiência do funcionário é importante

Por que a experiência do funcionário é importante

Há dois anos, quando criamos o nosso primeiro guia para a experiência do funcionário (EX), ela era uma tendência emergente impulsionada pelas nossas experiências em comum durante uma pandemia global.

Nós nos perguntávamos quem gostaria de voltar para o "normal", quando 58% dos funcionários estavam insatisfeitos com o trabalho diário que executavam 1 e 63% não tinham o nível de autonomia de que precisavam. 2

A resposta, descobriu-se, era ninguém.

Quando 2022 chegou, a necessidade de as organizações priorizarem a experiência do funcionário se tornou mais urgente do que jamais poderíamos ter previsto.

43%

das empresas afirmam que a pandemia afetou negativamente a experiência do funcionário

61%

das empresas têm uma estratégia para a experiência do funcionário básica ou não definida

70%

dos trabalhadores da linha de frente de todo o mundo tiveram burnout ou correm risco de tê-lo

Obviamente, tudo isso tem como pano de fundo forças disruptivas maiores. A mais notável delas é a chamada "Grande Demissão" ou "Grande Resignação".

31%

dos profissionais dos EUA pensam em se demitir, mesmo não tendo outro trabalho para o qual ir

25%

dos funcionários chineses adotaram o trabalho com horários flexíveis em relação a cargos de tempo integral

57%

dos trabalhadores da linha de frente estão planejando se demitir para ir em busca de um cargo com melhor remuneração

45%

estão considerando abandonar a linha de frente


A mensagem que a "Grande Demissão" deixa não poderia ser mais clara: a dinâmica mudou. Os funcionários agora estão no controle e não têm medo de ir em busca de uma experiência que funcione para eles.

A hierarquia de necessidades da experiência do funcionário

A hierarquia de necessidades da experiência do funcionário

Nossa própria pesquisa sugere que a experiência do funcionário tomou forma em torno de uma nova hierarquia de necessidades.

The Employee Experience Hierarchy of needs
Acesso

Na base da pirâmide há uma expectativa de que os funcionários terão acesso igualitário a informações e a recursos. Isso é especialmente importante para trabalhadores da linha de frente ou outros trabalhadores marginalizados que podem já ter sido excluídos de trabalhos com horários flexíveis, benefícios da empresa e outras oportunidades profissionais.

Competência

Os funcionários esperam que as organizações os ajudem a obter sucesso. Isso significa fornecer a eles as ferramentas necessárias para executar o trabalho, incluindo compartilhamento de informações, gerenciamento de conhecimento, comunicações internas, processo de integração e muito mais. Chegaram ao fim os dias da tecnologia corporativa que atrasavam o mercado consumidor.

Conexão

Talvez não seja uma surpresa que o aumento de empregos sem segurança e trabalhos temporários anda de mãos dadas com o maior desejo de conexão. Algumas pessoas estão prontas para encarar os benefícios dos trabalhos paralelos e da constante mudança de emprego. Contudo, outras estão em busca de algo maior. Os funcionários desejam sentir que fazem parte de uma comunidade. As empresas que fornecerem isso colherão os frutos em termos de fidelidade e desempenho.

Autoestima

No contexto da "Grande Demissão", as empresas estão tendo que pensar bem em como reter os melhores talentos. Crescimento, desenvolvimento e reconhecimento são fundamentais. A questão é como os executivos de RH, em especial, podem ajudar as pessoas a se sentirem vistas, ouvidas e valorizadas.

Identidade

No topo da pirâmide está a expectativa de que os funcionários possam ser eles mesmos no trabalho. Porém, mais do que isso, eles querem fazer parte de uma empresa cujos valores se alinhem aos seus, onde possam se mostrar de forma autêntica e desenvolver uma sensação de pertencimento. As organizações já estão respondendo, com ênfase em iniciativas econômicas, sociais e de governança (ESG). E por um bom motivo: os funcionários que sentem que pertencem têm uma probabilidade 3,5 vezes maior de se sentirem engajados do que os outros.

Definindo as funções de experiência do funcionário em toda a organização

Definindo as funções de experiência do funcionário em toda a organização

Defining EX roles across the organisation

Atender a essas necessidades requer o tipo de colaboração entre departamentos que muitas empresas tradicionalmente consideram desafiadora. A boa notícia é que, hoje em dia, não é incomum as organizações contratarem líderes de experiência de funcionários (temos um aqui na Meta). Porém, ainda é importante definir áreas de responsabilidade em toda a empresa.

O futuro do RH

Embora a experiência do funcionário seja um verdadeiro esforço multifuncional, o RH está no comando. Os líderes de RH são responsáveis por trazer as equipes certas para a mesa, priorizar as áreas de foco e desenvolver o programa e as políticas gerais para a duração do ciclo de vida do funcionário. É aqui que as decisões são tomadas.

A função da comunicação

Ao estabelecer uma comunidade dentro de uma organização, um dos maiores riscos é a falta de comunicação ou, pior que isso, a ausência total de informações. A função crítica da comunicação é criar e gerenciar os canais que permitem que as informações corretas fluam livremente para todos e permitam que a comunidade floresça. Para isso, o email não é suficiente. Investimento e inovação são necessários para que os funcionários tenham conversas, descubram ideias, compartilhem interesses e muito mais.

A função da TI

A TI exerce uma função importante na experiência do funcionário: ela remove barreiras e fornece tecnologias que ampliam as metas da organização e, assim, proporciona experiências. Os líderes de TI contribuem para as metas de negócios criando conexões e capacitando a força de trabalho.

A função da liderança

A liderança pode fazer com que a experiência do funcionário seja um sucesso ou um fracasso ao endossá-la publicamente como uma prioridade comercial. Os CEOs precisam incorporar novas maneiras de trabalhar, criando uma marca pessoal que exemplifica os valores que desejam instilar na organização.

Como planejar a estratégia para a experiência do funcionário com o Workplace

Como planejar a estratégia para a experiência do funcionário com o Workplace

O planejamento de uma estratégia eficaz de experiência do funcionário não é apenas sobre as ferramentas que você usa. No entanto, investir na tecnologia certa é um bom ponto de partida.

O Workplace tem condições de ajudar você a resolver os pontos mais críticos na experiência do funcionário porque sempre nos concentramos em remover as barreiras que impedem as pessoas de se sentir conectadas, bem como em criar uma sensação de pertencimento nas organizações.

Por ser uma ferramenta de comunicação empresarial desenvolvida com a mesma tecnologia que conecta três bilhões de pessoas em todo o mundo, o Workplace reúne cultura e tecnologia para criar um futuro do trabalho que funciona para todos, em qualquer lugar. Como disse Philip Jansen, CEO da BT:

“O Workplace está possibilitando a cultura que buscamos: rápida, inclusiva e capacitadora.”

Vamos dar uma olhada em como o Workplace pode ajudar os líderes de RH, comunicação e TI a lidar com áreas críticas na hierarquia de necessidades da experiência do funcionário.

Conceda acesso a toda a sua empresa

O acesso igualitário começa com a colocação de todos na mesma plataforma. Dessa maneira, todos podem encontrar as informações, pessoas ou conhecimentos que procuram, independentemente do tipo de função, localização ou senioridade. No Workplace, isso começa com integrações com provedores de identidade, como Azure AD e Google, para facilitar a implantação em toda a organização, mesmo que a força de trabalho seja amplamente distribuída. O Workplace também conta com recursos específicos para funcionários da linha de frente, como convites por número de telefone e códigos de acesso para as pessoas que não têm um endereço de email corporativo.

Depois de reunir todo mundo, a pergunta é: como compartilhar informações para que o conhecimento esteja amplamente disponível? Com o Workplace, você pode automaticamente atribuir pessoas a grupos de toda a empresa para que elas nunca percam uma atualização. Também criamos a Biblioteca de Conhecimento, uma intranet para dispositivos móveis com recursos de engajamento integrados. Nela, as equipes de comunicações podem criar e compartilhar com mais facilidade os principais documentos da empresa.

Além disso, qualquer funcionário pode deixar reações ou comentários em um grupo ou em documentos da Biblioteca de Conhecimento para que a voz dele seja ouvida.

Defining EX roles across the organisation
Preencha a lacuna entre o consumidor e a tecnologia empresarial

O Workplace pertence à Meta. Isso significa que ele se beneficia de mais de 15 anos de experiência na construção de tecnologias que mais de três bilhões de pessoas em todo o mundo adoram usar (seja em desktop, dispositivo móvel ou até na realidade virtual). Ao contrário de outras ferramentas, também significa que as equipes de TI podem lançar o Workplace com pouco ou nenhum treinamento, esperando taxas de adoção muito acima da média do setor.

Crie uma comunidade no trabalho

Nossa missão é "levar o poder da comunidade a todos no trabalho". O que isso quer dizer? Queremos aproximar as pessoas de uma maneira que as ajude a se sentir vistas, ouvidas e valorizadas. Um ótimo exemplo de como fazemos isso é por meio de eventos.

Com a nossa ferramenta de eventos, é fácil programar, configurar e realizar um evento ao vivo no Workplace, mesmo se você quiser fazer a transmissão em uma plataforma diferente.

Para garantir que os eventos sejam inclusivos, também temos recursos como legendas ao vivo, enquetes ao vivo, sessões de perguntas e respostas e traduções .

Create community at work
Ajude os funcionários a crescerem e a se desenvolverem

Para muitos funcionários, o crescimento profissional ficou em segundo plano nos últimos dois anos. Agora, as empresas são forçadas a recuperar o tempo perdido. No Workplace, o aprendizado é contínuo. Ele pode acontecer em aulas formais (transmitidas ao vivo para que qualquer pessoa em qualquer lugar possa participar) ou informalmente (por meio de mentoria ou feedback entre colegas em grupos ou tópicos de comentários).

Quando se trata de reconhecimento, geralmente são as pequenas coisas que fazem a diferença. Por exemplo, os líderes podem simplesmente deixar um comentário em uma publicação no Workplace dizendo "bom trabalho". Ou o líder de um projeto pode criar uma publicação de agradecimento específica para mencionar as contribuições da equipe. Pode até ser algo um pouco mais sofisticado, como usar um bot de agradecimento para automatizar o processo e rastrear o reconhecimento ao longo do tempo.

Lidere com propósito

Quando todas as necessidades são atendidas, as pessoas querem sentir que o trabalho que fazem é significativo. Para as empresas, isso significa ser capaz de comunicar um propósito claro, baseado em valores e crenças compartilhados. Vimos organizações usarem recursos como Enquetes e Pesquisas para descobrir o que os funcionários esperam da missão e propósito delas. Também forneceu uma ferramenta crucial para o desenvolvimento coletivo das próximas melhores ideias, o que, por sua vez, cria um ciclo de feedback significativo com os líderes. As empresas usam o vídeo ao vivo para compartilhar essa missão, receber perguntas e responder a feedbacks. Ao configurar os grupos, elas também podem gerenciar as iniciativas econômicas, sociais e de governança diárias e criar equipes rapidamente para cumprir as promessas da empresa.

Evidentemente, a identidade tem outro aspecto: a capacidade de mostrar quem se é de verdade no trabalho. O Workplace sempre se dedicou a criar culturas mais inclusivas, seja adicionando a pronúncia fonética e pronomes aos perfis ou o uso de grupos de recursos de funcionários para ajudar as pessoas a compartilhar paixões, encontrar a tribo delas ou simplesmente descobrir novas perspectivas.

Como começar a agir hoje mesmo

Como começar a agir hoje mesmo

Se há uma lição a ser aprendida com o aumento do foco na experiência do funcionário, é esta: as mudanças já estão acontecendo.

Durante anos, analisamos dados que mostram a dificuldade das empresas de motivar, engajar e reter funcionários. A pandemia global foi simplesmente o ponto em que esses funcionários disseram "chega".

À medida que as organizações correm para se atualizar, elas buscarão no RH orientação, experiência, políticas e liderança. Desejarão que o departamento de comunicação possibilite uma comunidade transparente e incentive o diálogo. A TI será responsável por possibilitar parcerias e uma pilha de tecnologia capazes de fornecer planos para a experiência do funcionário, bem como permitir mudanças fundamentais na cultura.

Os insights encontrados neste manual são apenas o primeiro passo. Se quiser saber mais, será um prazer conversar com você sobre o tema.

Acesse a central de experiência do funcionário e agende uma ligação com um membro da nossa equipe hoje mesmo.


Fontes

1,2: Deloitte, "Human Capital Trends", 2019

3: Qualtrics, "Design the Future of Work", 2021

Was this article helpful?
Thanks for your feedback

Publicações recentes

ENGAJAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS | 8 MINUTOS DE LEITURA

Retenção de funcionários: principais dicas para manter um talento

É um fenômeno global. Na chamada Grande Renúncia, os funcionários estão deixando os seus empregos em massa. Mas por que isso está acontecendo? O que as organizações podem fazer sobre isso? Como você pode reter os funcionários que deseja manter?

ENGAJAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS | 6 MINUTOS DE LEITURA

Voz do funcionário: como ouvir ajudará você a criar uma cultura e vencer a guerra por talentos

As organizações estão procurando maneiras de engajar e reter os melhores funcionários diante da grande onda de pedidos de demissão. Saiba por que ouvir pode ser o segredo para o sucesso.

ENGAJAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS | 7 MINUTOS DE LEITURA

Reconhecimento no trabalho: o impacto gerado ao atender às necessidades das pessoas

Quando a alta rotatividade de funcionários causa enormes dores de cabeça às organizações, o reconhecimento permanece como elemento vital para reter e inspirar a equipe. Portanto, como fazer isso da maneira certa?